Galeria

Copa 2014 – Aproveite os feriados em Vilatur (Saquarema).

A competição será disputada entre 12 de junho e 13 de julho de 2014.

Vilatur é um bairro litorâneo pertencente ao primeiro distrito do município de Saquarema, na região dos lagos do Estado do Rio de Janeiro. Está situado entre a Lagoa de Jacarepiá e a Praia de Massambaba.

Veja aqui como chegar em Vilatur

A Cidade de Saquarema é tipicamente balneária, rústica e bem tranquila. De beleza singular, Saquarema é cercada pelo oceano Atlântico, lagoas, planícies e serras,ocupando uma área de 356 Km², possui um clima ameno, com temperaturas que variam entre 22 e 25 graus durante o ano , e aumentam no verão, favorecendo bastante o turismo, com dias ensolarados.
São 60 Km de águas cristalinas com 12 opções de praias , tanto de mar quanto de lagoa, proporcionando diversas atividades como campeonatos de pesca, jet-ski , mergulho, esportes à vela, ski-aquático e o surf.

Várias Cidades decretaram feriados nos dias de Jogos !

Praia de Vilatur

Saquarema-Praia-de-VilaturExcelente para programas com a família, em cenários privilegiados pela proximidade com lagoas e trilhas em vegetação de restinga. Possui águas esverdeadas, transparentes e fria,com areia fina e clara. Ideal para pesca, principalmente pela tranqüilidade do local. Começa na APA de Massambaba e termina na Lagoa Vermelha.

Vejam os pontos turísticos de Vilatur que merecem ser visitados:

Lagoa de Jacarepiá (Veja o Mapa aqui)

A natureza nos privilegiou com uma raridade: uma lagoa de água doce próxima ao mar.

Vilatur-Lagoa-jacarepiaA Lagoa de Jacarepiám, ou Jucurupiá como era chamada antigamente, acha-se a 4 km a leste da lagoa de Saquarema. Sua bacia é delimitada por colinas baixas, de altitudes entre 25 m e 56m, dos quais se destacam os morros do Carmo, Comum, Chumbinho, Juquinha, da Fazendinha, dos Cardosos e Ponto da Roça.

A lagoa é alimentada por cursos de água pequenos, sendo a maioria intermitente, e por via subterrânea. O principal afluente é o rio Fazendinha, que drena a parte nordeste da bacia. Todos os riachos afluentes desaguam nos brejos que cercam a lagoa, que hoje se encontram reduzidos pelas obras de drenagem.

Em mapa elaborado pelo IBGE com base em fotografias aéreas tomadas em 1956, a lagoa de Jacarepiá aparece com 1,5 km de comprimento e 1,3km de largura, apresentando um formato irregular e sendo cercada por amplos brejos. A oeste, o brejo chamado de Jacarepiá se estendia por mais de 2 km além da orla da lagoa. Ao norte e a leste, a faixa de brejo alcançava 500 e 600m de largura, respectivamente. É provável que o formato e a área da lagoa de Jacarepiá variassem bastante ao longo do ano, consoante a quantidade de chuvas. A foto que deu origem ao mapa flagrou apenas um momento.

Consiste em uma lagoa de água doce, próxima ao mar, sendo a única lagoa de água doce da Região dos Lagos. Seu entorno apresenta uma vegetação arbustiva baixa, onde são encontradas algumas espécies raras e outras já em processo de extinção (orquídeas, bromélias, begônias, canela, imbui-pimenta, gravata). A fauna local também preserva alguns animais em extinção como lontras e jacarés de papo amarelo. É um santuário ecológico, com variedades de peixes e animais silvestres.

Lagoa de Jaconé Pequeno (Veja o Mapa aqui)

Vilatur-Lagoa-Jacone-Peq Situada entre as lagoas Vermelha e de Jacarepiá, a Lagoa de Jaconé Pequeno possui águas salgadas, sendo envolta pela vegetação de restinga. Seu acesso é feito através de uma trilha de caminhada leve, a partir de Vilatur.

 

Lagoa Vermelha (Veja o Mapa aqui)

Vilatur-Lagoa-VermelhaSituada na divisa com Araruama, é um complexo lagunar, preservado, com três pequenas lagoas circundadas por um canal.

Possui vegetação de restinga, com destaque para diversas espécies de bromélias. Ao seu redor, funciona, com seus moinhos de vento, uma antiga e tradicional salina. É considerada como fonte de energia para banhos medicinais, devido sua alta concentração salina e pela presença de hidrogênio sulfuroso, ambos preconizados no tratamento de doenças de pele e reumáticas.

Chegando na Praia de Vilatur, virar à esquerda (AV. Beira Mar) e seguir até o final. A Lagoa Vermelha, faz ligação entre Saquarema e Praia Seca (Araruama).

Trilha da Lagoa Vermelha (Veja o Mapa aqui)

Vilatur-Trilha-L-Vermelha-01A Lagoa Vermelha é uma área próxima ao mar, em estado selvagem, cuja vegetação de restinga é bastante variada. Uma caminhada em torno da Lagoa Vermelha é feita em cerca de 02 horas, incluindo visita à salina, limite com a Lagoa de Araruama.

Reserva de Jacarepiá

RESERVA ECOLÓGICA ESTADUAL DE JACAREPIÁ (REEJ)

Vilatur-Reserva-Jacarepia

Localizada integralmente em Saquarema, a RESERVA ECOLÓGICA ESTADUAL DE JACAREPIÁ (REEJ) foi criada pela pelo Decreto nº 9.529-A de 15/12/86 (D.O. de 31/01/87), com o objetivo de proteger de forma mais restrita os ecossistemas próximos ou correlacionados à LAGOA DE JACAREPIÁ até então em bom estado de conservação. Afastada do mar cerca de 1200 metros, a lagoa está cercada por extenso brejo que, em época chuvosa, consiste em área de inundação favorecendo uma flora e fauna bastante diversificada. Situada entre a lagoa e o mar, encontra-se a mata seca de restinga com árvores em torno de 20 metros, de troncos grossos e galhos repletos de epífitas, remanescentes de uma época passada, quando grandes trechos de restinga eram revestidos por pujante floresta, em muitos pontos interligados à Mata Atlântica, formando corredores por onde se cumpria o ciclo vital e evolutivo da migração das espécies da fauna regional, sendo algumas endêmicas, como o Mico-Leão-Dourado. Segundo relatório da FEEMA, nesta Reserva se situa a melhor mata seca de restinga de todo o Estado do Rio de Janeiro, não tendo outra em igual estado de preservação. Após levantamento botânico pôde-se verificar que a maioria das espécies ali encontradas já não existem mais em outras restingas do Estado.
A reserva é um refúgio natural para o desenvolvimento de várias espécies representativas de nossa fauna, tanto aquática quanto terrestre, e de nossa flora, assim sendo:

O mico-leão dourado, pequeno primata ameaçado de extinção, que aproveita os antigos ninhos do Pica-Pau dourado (pássaro que constrói seus ninhos e, troncos de árvores na mata seca de restinga), ninhos esses que lhes servem de abrigo e esconderijo protegendo-os dos predadores noturnos;

Guaxinins, lontras, cobras d’água e jacarés de papo amarelo estes considerados como os maiores predadores da região e ameaçados de extinção;

Inúmeras espécies de aves, tais como: o Pica-Pau dourado, a coruja buraqueira, a batuíra, o gavião da restinga, o sabiá da praia, o quero-quero, o anu branco, o maçarico, garças, socós e outros encontrados em brejais.

A ictiofauna se faz representada por espécies de peixes característicos de laguna como: acará, traíra, piaba, e outros, além de inúmeros alevinos, girinos e grande quantidade de sapos, rãs e pererecas que participam da cadeia alimentar de animais de grande porte, como os Guaxinins e as lontras.

A flora se faz representar por diversas plantas entre as quais podemos destacar o maracujá da restinga e inúmeras espécies de bromeliáceas. Vários artigos foram publicados em revistas especializadas, assim como reportagens para a mídia envolvendo as espécies lá encontradas, muitas inclusive de grande valor fitoterápico.

Igreja Nossa Senhora do Carmo e São José

Saquarema-Vilatur-Igreja-Nossa-Senhora-do-Carmo-e-Sao-Jose

Gostou? Então compartilhe !

Voltar para a página inicial

Deixe uma resposta